Dezembro Laranja: sol, mar e proteção para amar

0

Este é o mês da prevenção e luta contra o câncer de pele, portanto, atenha-se ao Dezembro Laranja

Por Rosangela Sampaio

O verão está chegando e a exposição prolongada e repetida ao sol aumenta drasticamente nessa época, assim como nas câmeras de bronzeamento artificial, para chegar à pele dourada tão desejada.

O Ministério da Saúde adverte: exposição prolongada ao sol aumenta o risco de envelhecimento precoce, desidratação, lesões nos olhos e câncer de pele.

O câncer de pele não melanoma é o mais frequente no Brasil e corresponde a cerca de 30% de todos os tumores malignos registrados no País.

Apresenta altos percentuais de cura, porém, se for detectado e tratado precocemente. Entre os tumores de pele, é o mais comum e de menor mortalidade, entretanto, se não tratado adequadamente, pode deixar mutilações bastante expressivas.

O câncer de pele melanoma representa apenas 3% das neoplasias malignas do órgão. É o tipo mais grave devido à sua alta possibilidade de provocar metástase (disseminação do câncer para outros órgãos). (INCA, 2018).

Como encarar o câncer de pele?

A baixa autoestima, transtorno de adaptação, ansiedade e depressão são sintomas recorrentes no processo de descoberta da doença, trazendo muitos questionamentos: Como assumir a doença diante da sociedade? Será que ficarei com sequelas e como será o meu futuro? É um mix de emoções e sentimentos que afloram feito cascata.

O processo psicoterapêutico é um dos caminhos para auxiliar o paciente na luta contra a doença.

Na clínica, os pacientes são convidados a refletir sobre suas emoções e como gerar mais emoções positivas, engajamento e aceitação durante o tratamento, sentido de vida, realizações positivas, relacionamentos positivos, gerando um estado de equilíbrio e bem-estar.

Estudos comprovam que pessoas mais otimistas têm resultados melhores em relação ao câncer, com forte nível de significância.

“A revisão mais completa, Optimism and Psysical Health: A Meta- Analytic Reviw” [‘Otimismo e saúde física: Uma revisão metanalitica”], foi publicada na revista Annals Of Behavional Medicine, em 2009. Dezoito estudos envolvendo um total de 2858 pacientes, tem a ver com o câncer. Juntos, eles descobriram que pessoas mais otimistas tem resultados melhores em relação ao câncer”.

A decisão de ter uma vida mais saudável e vigorosa depende de nós, sabe por quê? As nossas escolhas, hábitos e comportamentos determinam a nossa vida presente e futura.

Cada paciente lida à sua maneira em relação ao seu diagnóstico, no entanto, algumas dicas podem ajudar no tratamento:

  • Cultive emoções positivas e busque um estilo de vida mais leve;
  • Escolha atividades mentais que envolvam novidade, variedade e desafio constante;
  • Faça refeições saudáveis e alimente-se na medida certa;
  • Combata o sedentarismo e se exercite ao menos cinco horas por semana.
Ao se expor ao sol, opte pelos horários de menores radiações e utilize proteções, como chapeus, bonés, filtro solar e até mesmo sombras e guardas-sóis

Dezembro Laranja é tempo de sol e autocuidado

Autocuidado nada mais é do que garantir maior qualidade de vida e bem-estar para si mesmo.

Para reduzir o risco de câncer de pele devemos:

  • Evitar exposição ao sol no horário das 10h às 16h, quando os raios são mais intensos, uma vez que o maior fator de risco é a sensibilidade ao sol;
  • Usar proteção adequada como roupas, bonés ou chapéus, óculos de sol com proteção UV, filtro solar com fator de proteção para o corpo e lábios.

O diagnóstico normalmente é feito pelo dermatologista, por meio de exame clínico. Em alguns casos é necessário que o especialista utilize dermatoscopia (para visualizar algumas camadas da pele que não vistas a olho nu) ou a biópsia.

A campanha é importante porque nos faz compreender o nosso papel na sociedade em relação a doença.

E mostra que podemos mudar os nossos hábitos, nos informar e termos um papel de destaque com relação à prevenção da doença.

Rosangela Sampaio é Psicóloga Clínica com foco em atendimento online, Coach, Escritora e Palestrante. Telefone para contato: (11) 96345-1778 ou @rosangelasampaiooficial

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.